quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

O Processo...

Eu custei tanto para me despedir, criei contos, textos, frases, mas a verdade é que tudo isso fez parte de um processo.
No qual eu compreendi a necessidade de esvaziar os espaços, os lugares e o tempo, pois na minha fragilidade humana era necessário ainda guardar e ter dentro de mim.
Porém entre festas, sorrisos e pessoas, sem perceber partiu e hoje não é estranho a ausência, sinto somente a presença.
Eu estou falando da minha presença, das minhas histórias e do meu íntimo com sede de ser feliz.
Agora eu vou dançar, atuar e dar o meu show em outros palcos, com novas platéias, criarei asas como as borboletas que tanto admiro.
Voarei alto, permanecerei em lugares, mas quando não servir mais, baterei asas de novo.

Um comentário:

  1. Lindo texto....Parabéns, estou te seguindo. Bjs.

    ResponderExcluir